segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

São Luis Ch


O centro histórico me fascina com suas ruas de pedras e seus casarões. Poucas vezes por lá eu passo e as vezes até  esqueço que São Luis tem esse museu ao ar livre. A verdade é que o tempo que tenho é tão pouco e o dinheiro também. Mas nada melhor do que viajar no tempo olhando aquelas janelas e imaginar quantas pessoas já passaram naquelas ruas em diversas épocas. Quantos amores ali trocaram seus olhares e beijos, é meio poético essa visão quando se trata de centro histórico pra mim. Sempre achei que ali é o senário perfeito pro príncipe e a princesa existirem. Só que não é bem assim. O que mais se ver é príncipe com príncipe e princesa com princesa e esses tentam mostrar no senário perfeito que ali também é lugar pro amor deles. 

                                                                             

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Pensando

Ah a vida tem me dado um tanto de alegria e  um tanto de tristeza, e vamos resumir isso parece da um balanço positivo em viver. Você vai aprendendo que viver é algo ardoroso e porém gostoso quando se aprende que a felicidade vem sempre depois da tristeza. 

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

O meu diario.


Quando tinha 12anos, comecei a escrever em um caderno que lhe dei o nome de diário. Com o tempo quis algo mais legal como escrever em um diário de verdade com folhas cheias de bordados e frescura de meninas. O certo é que passei um bom tempo escrevendo a minha vidinha louca naqueles papeis cheios de detalhes que disfarçavam a minha letra feia e pequena de mais. Nas noites quando chegava da praça ou de alguma calçada com amigos, eu logo pegava o diário e escrevia ali os meus pensamento e as ocorrências do dia, pra não correr o risco de esquecer. Quantas vezes fiz um b.o no meu diário sobre as  diz avenças com amigos e família.
E morria de medo de alguém pegar o meu diário e ler todos aqueles segredos, mas a verdade é que se ficou registrado por mim, alguém um dia iria ler eu não pensei nisso. Me lembro bem de um dia quando cheguei em casa  e encontrei o meu pai com o meu diário na mão, é o mundo caiu por alguns minutos e se foi desculpa ou não ele me entregou o diário e falou que a minha cachorrinha estava com ele pela casa. Logo eu verifiquei se era verdade fui lá perguntar a cachorra(rsrs) brincadeira, eu olhei pra ver se não tinha uma marquinha de dente e de fato tinha.ufa!
Mas eu sei que minha mãe pegou pra ler, lógico mulheres adoram ser curiosas e a minha mãe não podia ser diferente, mas o certo é que eu não tinha matado ninguém a não ser algumas curiosidades como o primeiro beijo, o amor platónico e os foras que ele me davam com o olhar, algumas criticas sobre defeito de amigos. Logo a minha mãe não tinha o por que me mandar para prisão, já que o meu belo diário não passava de um livro com pequenos trechos da minha vida e pensamentos bobos de uma adolescente que na época tinha um mundo que aos poucos perdia suas fadas, seus príncipes e seu castelo.


PS: Saudades de você meu diário,por que me deixou muitas das vezes molhar as tuas folhas  e guardou ali as marcas com a caneta ficou manchada.

quinta-feira, 28 de outubro de 2010



Saiba que o simples perfume de uma flor
Pode vir, e ser um grande amor na sua vida
Não gaste palavras pra viver
De iludir, os seus sonhos tão raros com mentiras
Não maltrate o coração,
Que dedicou, ao seu sorriso as suas batidas
Será livre pra sentir
Anseios de uma paixão, a ser uma história linda.


Natiruts(Sorri,sou rei)

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Lembrando do Buzão

.


Faz tempo que eu não sento em um banco de ônibus e que fico parada olhando pela janela, vendo as pessoas andando de um lado pro outro. Quando distraio o olhar penso na vida, no que deixei de fazer e no que não deveria ter feito, pois acho uma merda de afirmação dizer que não podemos se arrepender do que fizemos. Ela deve ter nascido sabendo de tudo nessa vida.
O famoso mp4 nas alturas com musicas variadas de mpb, pra ser cult a alternativa pra dizer que não é chato, mas a verdade é que a musica me faz viajar no tempo e nem precisa ser aquelas que minha avó ouvia na vitrola.
E o ônibus pra mim tem o melhor lugar e é a janela onde o vento bate e assanha o meu cabelo, onde eu me distraio pensando em tudo que ta acontecendo comigo. 
Não é nada poético pra eu escrever algo que era hobbies, ficar em uma janela de ônibus, mas achava mais legal a distancia do lugar ate minha casinha de palha, quanto mais longe mais tempo e mais musicas e mais distrações. 
Nunca gostei de viajar e olhar carros e carros e ate aqui nunca viajei por lugares diferentes pra ver paisagens bonitas o que seria interessante e diferente de olhar coisas e pessoas pela rua andando. 
Já dormi dentro do ônibus e já me roubaram dentro do ônibus, tantas coisas aconteceram dentro de um ônibus e se você é solitário pode ser mais ainda ou não a tantas pessoas estranhas indo a algum lugar.

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

<....>

Queria escrever em outra língua que não fosse a minha , queria fugir e ser feliz sem me cobrar tanto assim. Afinal aquela musica com um violão e batidas leves combinam tanto comigo que nem percebo o quanto adoro ser triste e quanto mais sinto tristeza , sei que maior é alegria que vem do teu existir.
Eu vou crescendo ou sei lá indo pra um lugar comum entre tantos outros idiotas. Caindo na  loucura que eles dizem ser normal , buscando felicidade em coisas fúteis dessa vida. 
E o meu coração tem um novo amor, mas esse é pra sempre é simples e puro doce e leve como as nuvens de algodão doce.
 Um dia sonhei ser feliz pra sempre sem estragar ou quebrar algum coração.  Amores e dores , loucuras e tristezas com cara de vida toda , enfim já esquecidas por um novo jardim.
Esta menina boba que só pode ser vista de fora, tenho preferido o silêncio que muitos tomam como resposta. Não é possível que em toda minha vida  cheia de relevos bons eu não tenha aprendido nada sobre como viver com pessoas dissimuladas. 
Não é fácil ser alguém como eu , não é fácil ter pessoas por perto dizem me conhecer quando o que elas fazem é julgar os meus atos por não fazerem o mesmo.


Ps::Eu ainda consigo sonhar com todo esse furacão ficando pra trás. 

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Falando sozinha 2

Tem dias que me sinto uma completa idiota, por imaginar coisinhas chatas e ainda mais pensar em pessoas chatas, já faz algum tempo que eu ando dividindo as pessoas em legais, e pessoas podres que não da pra confiar uma moeda de um centavo não mão.
O certo é que minha vida linda tá um mar de rosas, bem uma borboleta vai chegar e eu preciso mudar meu jardim deixar ele mais lindo do que nunca, afinal esse amor vai ser pra vida toda.
Tenho sonhado todos os dias com você todas as dores que sinto, a mudança do meu corpo, tudo isso é um motivo de alegria , ninguém sabe o que sinto eles acham que sabe algo de mim, isso antes me dava uma raiva.
Eu nunca vou ser alguém que tenha gosto por querer fama, sucesso eu quero muito mesmo e desejo ser a melhor mãe, a melhor esposa e a melhor pessoa em tudo que eu fizer. Talvez eu esteja errada em desejar isso por não saber o preço ou peso que tudo isso tem, mas reconheço minhas fraquezas por que sei que elas mostram o quanto eu posso ser forte quando tiver que passar por elas.
A cada dia tento ser madura, pensar diferente, mas as vezes não da pra ser tudo que quero e caio em mim sendo eu mesma  e eu mesma sou incrível nunca conheci alguém como eu, cheia dos defeitos, e algumas qualidades bem estranhas ao meu ver, com amigos distantes e alguns inimigos pra me fazerem raiva.
É como sempre escrevendo sem propósito de chegar a lugar algum, escritora eu não vou ser e muito menos dona das receitas caseira de como se viver nessa vida, mas compartilhar meus amores, dores e felicidades vou colocar nessa blog, digo mais pelo blog não da pra me conhecer, por que só sendo um psiquiatra com phd.

ps: Eu to feliz e ninguém vai estragar isso.